Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Fim dos tempos: Gráficos mostram como a Terra ficou mais quente nos últimos 100 anos

http://www.ultimosacontecimentos.com.br/static_img/264689/resize-500x281_5-1170.jpg

O meteorologista finlandês Antti Lipponen produziu um vídeo (abaixo) revelando as anomalias de temperatura ao redor do mundo desde 1900.

Ele analisou dados de 190 países nas cinco regiões do globo coletados pela Nasa, a agência especial americana. Lipponen calculou primeiro a temperatura média de 1951 a 1980 em cada país - o que chamou de período-base.


Sinais do fim: Desenho da Disney exibe mães lésbicas com mensagem LGBT para crianças

Exibido primeiro para o programa 'Disney Junior' (EUA), um episódio recente do desenho animado para crianças chamado "Doc McStuffins" ("Doutora Brinquedos", em português) apresentou duas mães lésbicas como chefes de uma família.

https://thumbor.guiame.com.br/unsafe/840x500/smart/https://media.guiame.com.br/archives/2017/08/08/3840831596-doutora-brinquedos.jpg
 
O desenho - que agora está em sua quarta temporada - está voltado para crianças de 2 a 5 anos, de acordo com Common Sense Media. O desenho também é exibido no Brasil por meio da 'Disney Junior BR', com o nome "Doutora Brinquedos".

"Doc McStuffins" é um programa muito muito popular e recebeu o apoio de uma variedade de públicos com diferentes origens. A personagem principal é uma menina negra chamada "Doc", que ajuda os animais de pelúcia enfermos como uma "médica mirim".

O episódio intitulado "O Plano de Emergência" foi exibido no Disney Channel na semana passada. Mostrou mães que se portam como um casal. As personagens ganharam as vozes de duas lésbicas conhecidas nos EUA: Wanda Sykes e Portia de Rossi.
 

Ex-executivo do Facebook prepara refúgio para sobreviver a 'apocalipse tecnológico'

Antonio Garcia Martínez, de 40 anos, vivia no epicentro da revolução digital, mais precisamente no Vale do Silício, região próxima de San Francisco, nos Estados Unidos, onde estão as sedes de algumas das principais empresas de tecnologia do mundo. Mas desde 2015 ele mudou radicalmente de vida ao chegar à conclusão que estaríamos prestes a enfrentar um "apocalipse tecnológico". 
 
Antonio Martínez em seu refúgio Foto: BBCBrasil.com

Martínez afirma que o avanço da tecnologia - em especial, da combinação entre automação e inteligência artificial - mudará radicalmente a economia global e fará com que empregos desapareçam em escala massiva.

Publicidade
"Dentro de 30 anos, metade da humanidade não terá trabalho. E a coisa pode ficar feia, pode haver uma revolução. É por isso que estou aqui", diz ele em entrevista à BBC ao desembarcar armado com um fuzil em uma ilha próxima a Seattle, no noroeste americano, onde está criando um refúgio para se proteger caso a previsão se confirme.

sábado, 22 de julho de 2017

Autoridade Palestina suspende contatos "em todos os níveis" com Israel

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, anunciou nesta sexta-feira (21) a suspensão de todos os contatos oficiais com Israel até que as medidas de segurança implementadas na Esplanada das Mesquitas, em Jerusalém, sejam anuladas. 

Abbas falou com jornalistas ao final de um dia marcado por enfrentamentos entre manifestantes palestinos e as forças israelenses, que deixaram pelo menos três mortos e centenas de feridos em Jerusalém e na Cisjordânia ocupada. 

Nesta sexta, homens de origem palestina com menos de 50 anos tiveram barrada sua entrada na Esplanada das Mesquitas, e não puderam participar da oração muçulmana. A restrição imposta pela polícia israelense provocou revolta entre os palestinos, que começaram a protestar nas ruas próximas e jogar pedras contra soldados israelenses. A polícia usou bombas de gás lacrimogêneo para dispersá-los, segundo a Associated Press. No enfrentamento, três pessoas morreram e centenas ficaram feridas.

Muçulmanos de todo o mundo marcham pedindo retomada de Jerusalém

Três mortos e 140 feridos durante confrontos em Israel
Palestinianos fogem de uma granada de gás lacrimogéneo lançada pela polícia israelita numa das ruas da cidade velha de Jerusalém, durante protestos contra a instalação de detetores de metais à entrada do Monte do Templo
 | 
Protestos anti-Israel foram realizados em capitais em todo o Oriente Médio e alguns países da Ásia nesta sexta-feira. Os protestos criticavam a decisão de se implementar medidas de segurança nas entradas do Monte do Templo, em Jerusalém.

Após o ataque de três terroristas palestinos que vitimou dois soldados israelenses na semana passada na entrada do local considerado sagrado por judeus, cristãos e muçulmanos, o governo de Israel determinou a colocação de detectores de metal e câmeras, além de limitar o acesso de islâmicos.

Milhares de muçulmanos se reuniram em Amã (Jordânia), Beirute (Líbano), Istambul (Turquia) e Kuala Lumpur (Malásia) para protestar na tarde desta sexta-feira, em “solidariedade” com os palestinos e pedindo a “retomada” de Jerusalém.

Imigração mulçumana para substituir Europeus já era Plano antigo dos globalistas para a Nova Ordem Mundial


Milhões de imigrantes [muçulmanos] principalmente da África e Oriente Médio estão enchendo a Europa como um dilúvio nos últimos três anos — o resultado do que os líderes mundiais têm explicado como crise de “refugiados” provocada por guerras.

Contudo, um documento da ONU, preparado no ano 2000 e redescoberto pelo WND, revela que a ONU já estava promovendo a noção de “migração de substituição” na Europa com o apoio de ONGs de fronteiras abertas e políticos progressistas.

O documento — “Migração de Substituição: É uma Solução para Populações em Declínio e Envelhecimento?” — explica em detalhes os índices de natalidade caindo em toda a Europa e identifica uma solução: imigração em massa.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Tal como anunciado há 2.500 anos, Jerusalém está se tornando numa "pedra pesada"

As tensões à volta do Monte do Templo estão aumentando de dia para dia, em grande parte por culpa dos muçulmanos que não querem aceitar o controle das entradas através da passagem por detectores de metais, algo que já acontece para quem entra pelo lado do Muro Ocidental, conforme tem sido a minha experiência nestes últimos anos.

O velho ditado "quem não deve não teme" aplica-se exatamente a esta gente muçulmana que alega subir ao Monte apenas para rezar, o que não tem sido sempre a realidade. É que se assim fosse, esses indivíduos não teriam qualquer problema em fazer-se passar pelo detector que avisa a presença de metais, logo de armas.

"Waqf Islâmica de Jesuralém" provoca o rastilho que pode provocar uma tragédia
Para incendiar ainda mais a questão, um dos grandes bandidos muçulmanos responsáveis por esta violência que levou à morte de 2 polícias israelitas druzos há poucos dias atrás, é o próprio mufti de Jerusalém, o líder espiritual islâmico que controla as rezas naquele enorme recinto conspurcado por duas mesquitas.

domingo, 16 de julho de 2017

Aiatolá que deseja a destruição de Israel virá ao Brasil falar de terrorismo

Imagem relacionada

O iraquiano Mohsen Araki é uma estrela do islã xiita. Dono do título de aiatolá, ele faz parte do círculo mais próximo líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, de quem é amigo pessoal desde a juventude.

Araki desembarcará no Brasil na próxima semana para pregar em mesquitas e instituições patrocinadas pelo governo do Irã no Brasil.

No sábado dia 29, ele proferirá uma palestra no evento “Os muçulmanos e o enfrentamento ao terrorismo radical”, que será em São Paulo, no Novotel Center Norte. Uma ironia por Araki ser conhecido justamente por pregar a violência contra o que ele define como inimigos do islã.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Mudança climática terá efeitos devastadores na Ásia, diz estudo

Entre outros pontos, o documento adverte que o aumento da temperatura pode ameaçar a existência de alguns países da região
Ásia: o estudo pede que os países asiáticos tomem medidas contra a mudança climática (Axel Schmidt/AFP)
A mudança climática provocará “consequências devastadoras” na região da Ásia e do Pacífico pelo aumento da temperatura em seis graus de média ao final deste século, previu nesta sexta-feira o Banco Asiático de Desenvolvimento (BAD).

“Alguns países da região podem experimentar climas muito mais calorosos, com aumento de temperatura de até 8 graus centígrados no Tajiquistão, Afeganistão, Paquistão e na parte noroeste da China”, segundo o relatório “Uma região em risco: as dimensões humanas da mudança climática na Ásia e no Pacífico”.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Câmara vai discutir hoje o fim do dinheiro físico no Brasil


Projeto 48/2015 do deputado federal Reginaldo Lopes (PT-MG) prevê a extinção da moeda em papel, que seria conservada apenas por objetivos históricos. Iniciativa segue propostas semelhantes que despontam em todo o mundo.

"Dinheiro ou cartão?". A frase, tão comum no varejo brasileiro, pode se tornar coisa do passado muito em breve. Pelo menos será assim se depender do deputado federal Reginaldo Lopes.

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Plataforma de gelo do tamanho de Brasília se rompe na Antártida

[Imagem: larsen_c_rompimento_mapa_20170712-110243.jpg]
Imagem de satélite feita pelo satélite de sensoriamento AQUA feita em 12 de julho de 2017 mostra a cicatriz formada após o rompimento da plataforma Larsen C.
O dia que os cientistas esperavam chegou. A gigantesca plataforma de gelo Larsen C finalmente se rompeu do continente antártico e formou um dos maiores icebergs já registrados. O bloco de gelo é maior que a cidade de Brasília e agora está solto no mar.

A confirmação da ruptura de Larsen C foi obtida através de imagens em infravermelho feitas por satélites e de acordo com pesquisadores ocorreu em algum momento entre 1 de julho e quarta-feira, 12 de julho. Larsen C tem cerca de 6 mil quilômetros quadrados, o equivalente ao tamanho da cidade de Brasília.

O rompimento da plataforma já era esperado pelos cientistas, que há mais de dois anos observam o desenvolvimento da rachadura que levou ao rompimento.

Superbactérias avançam no Brasil e levam autoridades de saúde a correr contra o tempo

Bactérias que não respondem a antibióticos vêm aumentando a taxas alarmantes no Brasil e já são responsáveis por ao menos 23 mil mortes anuais no país, afirmam especialistas.

Capazes de criar escudos contra os medicamentos mais potentes, esses organismos infectam pacientes geralmente debilitados em camas de hospitais e se espalham rapidamente pela falta de antibióticos capazes de contê-los. Por isso, as chamadas superbactérias são consideradas a próxima grande ameaça global em saúde pública pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

"Estamos numa situação de alerta", diz Ana Paula Assef, pesquisadora do Instituto Oswaldo Cruz, da Fundação Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), que faz a estimativa sobre mortes anuais no país com base nos dados oficiais dos Estados Unidos. No Brasil, ainda não há um compilado nacional sobre o número de vítimas por bactérias resistentes.

"Sabemos que, assim como vários países em desenvolvimento, o Brasil tem alguns dos maiores índices de resistência em determinados organismos. Há bactérias aqui que não respondem mais a nenhum antibiótico", aponta Assef. 

Pestes: Com 300 mil casos, Iêmen tem pior crise de cólera do mundo

Resultado de imagem para colera iemen istoéEm guerra há dois anos, o Iêmen está enfrentando agora a maior epidemia de cólera da atualidade, com 300 mil novos casos registrados apenas nas últimas 10 semanas, segundo o Comitê Internacional da Cruz Vermelha. Segundo a entidade, o número corresponde a cerca de 7 mil novos casos registrados por dia no país, localizado no sudoeste da Península Arábica. 

A Organização Mundial da Saúde (OMS), também afirmou que mais de 1,7 mil pessoas já morreram no país devido à doença e que 41% de todos os casos foram registrados em crianças, mais suscetíveis a esse tipo de doença. 

No dia 24 de junho, há pouco mais de duas semanas, a OMS havia declarado que o Iêmen está enfrentando “o pior surto de cólera do mundo”, com mais de 200 mil casos suspeitos. Em um período pequeno, esse número aumentou em 100 mil, o que preocupa – e muito – as organizações nacionais e internacionais.

Maior autoridade do Islã Sunita nomeia o Papa Francisco como "Defensor Mundial do Islã"


O Papa Francisco recebeu uma honra notável na semana passada quando Ahmed al-Tayeb, o Grande Imã de al-Azhar no Cairo, lhe agradeceu pela sua "defesa do islamismo contra a acusação de violência e terrorismo".

Algum outro Papa de Roma na história do Cristianismo já foi anunciado como um "defensor do islamismo"?

Claro que não. Mas a Igreja Católica percorreu um longo caminho desde os dias do Papa Calisto III, que prometeu em 1455 "exaltar a verdadeira fé e extirpar a seita diabólica do depravado e infiel Maomé no Oriente".

Se as viagens no tempo fossem possíveis e o Papa Francisco pudesse encontrar-se com Calisto III, Calisto poderia "esperar um soco", porque Francisco I não é apenas um defensor do Islão, é um defensor da lei islâmica, que estabelece a pena de morte por blasfémia: depois de os jihadistas islâmicos terem assassinado os redactores da revista satírica Charlie Hebdo, por estes terem desenhado Maomé, Francisco I justificou obliquamente os assassinatos dizendo que "é verdade que não se deve reagir violentamente, mas, apesar de sermos bons amigos, se um empregado meu disser uma palavra de maldição contra a minha mãe, ele pode esperar um soco, é normal. Não se pode fazer piadas com as religiões dos outros.Essas pessoas provocam e depois algo pode acontecer. Na liberdade de expressão, existem limites".

terça-feira, 4 de julho de 2017

Fim dos tempos: Plano do Governo para sobreviver à Guerra Nuclear não inclui você!

Imagem: www.blastingnews.com
É desnecessário dizer que os Estados Unidos mudaram muito desde que oficialmente declararam a independência em 1776. O que costumava ser uma nação das pessoas, pelas pessoas e para as pessoas tornou-se uma nação do governo, pelo governo e para o governo. A centralização da burocracia federal e o acúmulo de poder governamental criaram uma divisão significativa entre as pessoas e as elites políticas em Washington DC. Essas elites políticas parecem ter desenvolvido uma mentalidade de que eles merecem privilégios especiais que o resto do povo americano não, como a capacidade de manter as informações classificadas em um servidor privado e não perseguidas e isentas da Lei de Cuidados Acessíveis.

Mas não são apenas os privilégios políticos que os funcionários do governo desfrutam; acontece que eles também têm um plano para ajudá-los a sobreviver a algum tipo de desastre nuclear, e esse plano não inclui você.

No início deste mês, o Daily Mail informou sobre uma rede secreta de bunkers subterrâneos que foram construídos durante a Guerra Fria para proteger os principais funcionários do governo no caso de ocorrer um evento catastrófico, como uma guerra nuclear.

Governo de Israel facilitará o acesso de milhões ao local do Terceiro Templo

Israel facilitará o acesso de milhões ao local do Terceiro Templo 
 
https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTKmSsHoCxEbj_WWVsjF6WkQbq7CjLHvxL0-0FI4jCi_RXoPLvuxw
O Terceiro Templo exigirá uma infraestrutura enorme, que possa facilitar o transporte de milhões de pessoas até Jerusalém durante e após as três festas bíblicas que exigem esse deslocamento. Embora ele ainda não tenha data para ser construído, o governo de Israel fará grandes investimentos para facilitar o acesso ao local.
 
O ministro dos Transportes, Yisroel Katz, declarou publicamente essa intenção ao autorizar a construção do trem rápido que ligará o aeroporto de Tel Aviv a Jerusalém. Ele deverá ser inaugurado em meados de 2018.

Em uma reunião com representantes do Movimento do Templo em fevereiro, o ministro explicou: “Sendo descendente dos Cohen (linha sacerdotal judaica) eu tenho uma conexão especial com esse local sagrado. Diante dos meus olhos, vejo constantemente as palavras ‘Prepare o caminho, prepare o caminho…’”.

terça-feira, 27 de junho de 2017

Planeta X: estudo sugere possível novo planeta no Sistema Solar

Um novo estudo a ser publicado nos próximos dias coloca mais lenha na fogueira sobre os planetas hipotéticos no Sistema Solar. Agora é a vez do Planeta Dez, um objeto bem mais próximo que o suposto Planeta Nove, mas que como este, também nunca foi comprovado.
 Planeta 10
Concepção artística mostra como seria o hipotético Planeta 10. Segundo os pesquisadores, o objeto teria diâmetro equivalente à distância entre a Terra e Marte. Crédito: Laboratório Lunar e Planetário da Universidade do Arizona.
 
O estudo foi realizado por cientistas planetários ligados ao Laboratório Lunar e Planetário, da Universidade do Arizona e será publicado nos próximos dias no conceituado Astrophysical Journal, um dos mais respeitados periódicos no campo da astrofísica. 

De acordo com o paper, escrito pelos cientistas Kat Volk e Renu Malhotra, a hipótese deste novo planeta está alicerçada no movimento das rochas situadas no Cinturão de Kuiper, uma região repleta de corpos gelados muito além da órbita de Netuno. Segundo o estudo, o movimento orbital de alguns desses corpos sugere que um planeta invisível, de grande massa, pode estar afetando a órbita desses objetos. 

"A explicação mais provável para nossos resultados é que há uma massa não vista situado a 60 UA do Sol", disse Kat Volk. Essa distância é cerca de 10 vezes mais próxima de onde estaria o suposto Planeta Nove, que de acordo com trabalhos de Konstantin Batygin e Michael Brown, do Caltech (Instituto de Tecnologia da Califórnia), seria o responsável por influenciar gravitacionalmente os objetos do Cinturão de Kuiper. 

Irã promove marcha para pedir “morte a Israel”

Destruição de Israel é a "prioridade do mundo islâmico", afirmas líderes religiosos.



Depois da chamada “Revolução de 1979”, que transformou o país numa ditadura islâmica, o Irã sempre defende a destruição de Israel com base na exortação do Alcorão: “Matai-os [os infiéis] onde quer que os encontreis e expulsai-os de onde vos expulsaram”. Uma das maneiras de manter vivo esse discurso é a promoção anual do Dia de Al Quds, palavra árabe que significa “A Santa”, a maneira como os muçulmanos chamam Jerusalém.

Como todo ano, a parada realizada na capital Teerã, coincidiu com o encerramento do Ramadã, mês mais sagrado do ano para os islâmicos. Além dos tradicionais cantos de guerra, pedindo “Morte a Israel”, foi declarado que destruir o Estado judeu é “a principal prioridade do mundo muçulmano”.

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Terrorismo islâmico: o novo normal? Jamais!

https://www.gatestoneinstitute.org/pics/large/1682.jpg
O novo normal? A polícia ajuda sobreviventes do atentado terrorista na London Bridge, 4 de junho de 2017.(Foto de Carl Court/Getty Images)

Quando ocorrem ataques terroristas, é comum ouvirmos da mídia Ocidental e da classe política que devemos aceitar os ataques terroristas como o "novo normal."

Para os cidadãos do Ocidente esta é uma frase perigosa.

A doutrina islâmica da jihad, expansão e Dawah (divulgação do Islã, proselitismo) dependem pesadamente do uso do terrorismo e da sedução. Targhib wal tarhib é uma doutrina islâmica que significa "seduzir (atrair) e aterrorizar" como ferramenta para a Dawah para conquistar nações e forçar os cidadãos a se sujeitarem à Lei Islâmica (Sharia). Isso equivale à manipulação das partes instintivas do cérebro com pressões opostas extremas de prazer e dor - recompensadoras e punições exemplares - para a lavagem cerebral para a aceitação do Islã.

A maioria dos muçulmanos comuns sequer conhece essa doutrina, mas os livros islâmicos escrevem a respeito. Os principais xeques muçulmanos como Salman Al Awda debateram sobre o tema na TV Al Jazeera. Em um programa de nome "Sharia e Vida", Al Awda recomendou o uso de extremos "para exagerar... recompensar e punir, moralmente e materialmente... nos dois sentidos". "O uso do terrorismo segundo essa doutrina", salientou ele "é uma obrigação legítima da sharia".

Defesa israelense: Abbas empurra Hamas para conflito com Israel

https://cdnbr2.img.sputniknews.com/images/871/05/8710527.jpg
 
O presidente palestino, Mahmoud Abbas, "empurra Hamas para conflito com Israel", segundo o ministro da Defesa israelense, Avigdor Lieberman.

"Não tenho intenção de iniciar uma atividade militar, nem no verão, nem no outono, nem no sul, nem no norte. Nosso objetivo é evitar a guerra, e a única maneira de alcançá-lo é através de defesa confiável", afirmou o ministro durante a conferência de Herzliya, perto de Tel Aviv.

Nesta semana, Israel começou a reduzir os 40% de eletricidade, fornecida a Gaza, que era paga pela Palestina a pedido de Abbas. Agora, os habitantes de Gaza têm somente entre duas e três horas de eletricidade por dia.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

“Casamento homossexual” é “sacramento” luciferino, diz porta-voz do “Templo Satânico” nos EUA

Sempre que o povo americano tentar conter o aborto ou manter leis do casamento tradicional, os seguidores de Satanás vão estar lá para se opor, prometeu o porta-voz nacional do Templo Satânico, segundo informação da agênciaLifeSiteNews.

Templo Satânico ganhou notoriedade pela tentativa de realizar uma ‘Missa Negra’ na Universidade de Harvard que foi repelida pelos estudantes católicos.  

O porta-voz Lucien Greaves, cujo nome de nascimento é Doug Mesner, disse para o jornal Metro Times de Detroit que ele gostaria de ajudar as mulheres a não cumprir as leis pela vida.

Segundo ele, as restrições ao aborto violam as crenças religiosas satânicas e o “casamento” homossexual é um “sacramento” da religião diabólica.

Ele acrescentou que o objetivo atual do Templo Satânico é ter lobistas em Washington D.C., para passar leis que amparem a “religião de Satanás”.

Ele atacou o governador de Michigan, Rick Snyder, porque “vem tentando tornar insustentável para as mulheres a interrupção da gravidez”.
 
“Nós sentimos que devemos proteger com isenção religiosa as mulheres de procedimentos supérfluos, como o ultrassom transvaginal”, disse Greaves explicitando a “religião luciferina”.

Jared Kushner é comissionado por Donald Trump para visitar Israel e Palestina e reiniciar processo de paz

https://dailycrusadernewsdotcom.files.wordpress.com/2017/06/2017-06-19t025412z_1_lynxmped5i065_rtroptp_3_usa-opioids.jpg?w=639
Assessor principal do presidente Jared Kushner participa da Comissão do Presidente sobre Combate à Toxicodependência e da Crise dos Opióides em Washington, EUA, 16 de junho de 2017. REUTERS / Joshua Roberts

O presidente dos EUA, Donald Trump, está enviando nesta semana, dois principais assessores, para Jerusalém e Ramallah, para discutir próximos potenciais passos em sua tentativa de reiniciar as conversas de paz entre israelenses e palestinos, disse um funcionário da Casa Branca no domingo.
 
Quem fará a viagem será o conselheiro sênior da Casa Branca Jared Kushner, que é o genro de Trump e o marido de sua filha, Ivanka Trump, e Jason Greenblatt, um dos principais assessores de segurança nacional. Greenblatt, que chegarão na região na segunda-feira e Kushner na quarta-feira.

Os diálogos seguem as discussões de Trump no mês passado com o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu e o presidente palestino, Mahmoud Abbas. As conversas de bastidores ocorreram desde a viagem Trump, disse o funcionário da Casa Branca.
Ttraduzido de CrusaderJournal.com 

Quem é JARED KUSHNER?

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Ecumenismo. Líderes de todas as religiões do mundo fazem campanha por “união”


Alguns dos principais líderes religiosos do mundo se uniram para uma campanha promovida pelo Instituto Elijah Interfé.

Um vídeo que compila apelos de cristãos, judeus, muçulmanos, hindus, budistas e sikhs pretende popularizar a ideia de união das pessoas de fé, em especial diante dos ataques terroristas que se multiplicam pelo planeta.

No vídeo, o aiatolá muçulmano Sayyid Fadhel Al-Milani disse: “Nosso conselho é ser amigos de todas as pessoas, independentemente da religião”, enquanto Papa Francisco disse que sua experiência religiosa foi “enriquecida” pela sua convivência com pessoas de outras confissões, que ofereciam outras “explicações” sobre a vida.

Muçulmanos radicais no Brasil já pregam fim de cristãos e judeus

[Imagem: Brasil%2BIslam.jpg]

A radicalização de muçulmanos brasileiros repete o roteiro visto em outros países. Os fanáticos pregam o fim de cristãos e judeus. O alerta é de Rodrigo Jalloul, o principal xeque xiita do Brasil. Leia outro trecho de sua entrevista à Veja:

Por quê [é preciso ter cuidado com a radicalização]?

A religião islâmica é de origem árabe. No Oriente Médio, as pessoas lidam com a religião com naturalidade. Alguns brasileiros, porém, estão abraçando a fé cegamente. Há muitos fanáticos pregando para gente intelectual e emocionalmente vulnerável por aí. Não necessariamente incitando ao terrorismo, mas ensinando uma forma equivocada de lidar com a religião. Esses fanáticos pregam que cristãos e judeus não podem existir. Pregam até o afastamento da família, apesar de o profeta Maomé dizer que o respeito aos pais deve ser mantido até o fim da vida. Aqueles que têm mais sede de conversão são os piores. Eles querem se converter e não discutem nem questionam nada. 


Rodrigo Jalloul será mais um xeque falso? Nao. Rodrigo possui título religioso de “hojatoleslam”, um grau abaixo do de aiatolá, e se transformou no primeiro e mais graduado xeque xiita brasileiro.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

O retorno (planejado) à brutal sexualidade pagã


Os progressistas sexuais alegam que estão a dar início a um “admirável mundo novo” repleto de liberdade, mas a sua “nova” moralidade é tão antiga como as montanhas. 

Quantas vezes já ouviram os progressistas sexuais alegarem que aqueles de nós que defendem a moralidade sexual e o casamento tradicionais estão “do lado errado da história”? Mas como ressalva um livro recente, são os proponentes da revolução sexual que estão a abraçar uma moralidade sexual que a história deixou para trás há milênios – nas ruínas do Fórum Romano.

Sim, a civilização ocidental está a atravessar por uma mudança cultural dramática; no espaço de alguns anos, a nossa sociedade mudou de forma fundamental o entendimento do casamento, abraçou a noção de que os homens podem transformar-se em mulheres, e está agora a promover a ideia de que homens adultos podem-se sentir à vontade para partilhar instalações sanitárias com jovens mulheres. Sem surpresa alguma, estamos também a observar esforços rumo à normalização da poligamia, pedofilia e incesto.

Religião da paz? Imã pede que mulçumanos matem judeus para "apressar o Juízo Final"

https://3.bp.blogspot.com/-0n0OQJApUa0/WUExfjFfltI/AAAAAAAALSw/ZxcXRqGfhAU3Ri9qU0kJkzOe3G6O6HrHgCLcBGAs/s640/imam-635x357.jpg

O imã Mundhir Abdallah é líder da mesquita Masjid Al Faruq, uma das maiores de Copenhague, capital da Dinamarca. É sabido que o local tinha vínculo com correntes do Islã radical no país. 
 
Durante uma reunião de oração recente, o líder religioso citou uma hadith – tradição baseada em citações de Maomé – lembrando que “o Dia do Juízo não chegará até que os muçulmanos combatam e matem os judeus”. 
 
Segundo a tradução do árabe para o inglês, divulgada pelo Instituto Americano Middle East Media Research (MEMRI), o hadith diz: “Os judeus se esconderão atrás de rochas e de árvores, mas as árvores e as rochas dirão: ‘Oh, muçulmano, Oh, servidor de Alá, há um judeu atrás de mim, venha matá-lo'”. 
 

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Fim dos tempos: Canadá aprova lei que amplia controle homossexual sobre crianças e anula direitos de pais cristãos

https://1.bp.blogspot.com/-4RcvAJin6fs/WTvLGz49K9I/AAAAAAAAe7c/75F2V8ZEFaYQQJFe3SqwiH0nusP0SLUBgCLcB/s1600/bandeira%2Bgay.GIF
A província de Ontário, no Canadá, aprovou uma lei “totalitária” que permite que o governo tire os filhos de seus pais. A lei é um perigo para lares cristãos onde os pais creem que Deus designa os sexos.
Líderes pró-família estão alertando que a Lei 89 dá ao Estado mais poder para tirar os filhos das famílias que discordam da agenda LGBT.
LifeSiteNews informou que órgãos governamentais terão licença para banir casais que discordam da agenda homossexual de cuidar ou adotar crianças.
A lei, conhecida como Lei de Apoio à Infância, Juventude e Família, 2017, revoga e substitui a antiga Lei de Assistência Social Infantil e Familiar que governa as agências de conselho tutelar e adoção e cuidado de crianças.
“Identidade de gênero” e “expressão de gênero” são consideradas requisitos obrigatórios “nos melhores interesses da criança.”
A lei despreza totalmente a religião e fé dos pais e ordena que os conselhos tutelares considerem apenas o próprio “credo” ou “religião” da criança ao considerar os melhores interesses da criança.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Profecia do retorno de judeus a Israel deve dividir a nação em 12 tribos, diz rabino

Segundo o rabino Hillel Weiss, com o cumprimento da profecia conhecida como 'Terceira Herança', Israel deve ser novamente dividida em 12 tribos.

https://thumbor.guiame.com.br/unsafe/840x500/smart/media.guiame.com.br/archives/2017/06/02/2276377251-shofar-israel.jpg
Judeu toca shofar próximo ao Muro das Lamentações. (Foto: Jerusalem Post)
Nos próximos anos, deve haver mais judeus que vivem em Israel do que em outras partes do mundo, o que indica uma gigantesca mudança demográfica com implicações proféticas, encontradas na Bíblia.

Em 1947, cerca de 630.000 judeus viviam no mandato britânico, compreendendo menos de 6% da população judaica global.

Desde então, a população judaica em Israel aumentou mais do que dez vezes. Judeus israelenses agora representam mais de 43% da população judaica global. Em breve, a maioria dos judeus no mundo será encontrada dentro das fronteiras de Israel, de acordo com um relatório divulgado pelo site 'Breaking Israel News' (BIN).

Ministro de Defesa de Israel afirma: Acordo de paz com Palestina está 'mais perto do que nunca'

https://cdnbr2.img.sputniknews.com/images/729/03/7290357.jpg
Ministro da Defesa israelense, Avigdor Lieberman - © Sputnik/ Maksim Blinov

O ministro da Defesa israelense, Avigdor Lieberman, está convencido de que israelenses e palestinos estão "mais perto do que nunca" de assinar acordo de paz e de que a possibilidade de estabelecer relações diplomáticas com alguns países árabes fará com que o governo israelense aceite o acordo.

"Estamos mais perto do que nunca de fechar acordo", disse Lieberman ao Canal 2 da televisão israelense. "Espero que sejamos capazes de nos dar conta de que há esta opção", acrescentou.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

E ao terceiro dia... Jerusalém foi libertada. Faz hoje exatamente 50 anos!

O "terceiro dia" é muito importante no calendário divino.

Foi ao terceiro dia que Ele ressuscitou o Seu Filho dentre os mortos. Foi ao terceiro dia profético (1 dia = 1 ano) que o povo judeu renasceu das cinzas e declarou a sua independência na Terra de Israel (1945 - 1948). 

E foi ao terceiro dia da mítica Guerra dos Seis Dias que as vitoriosas tropas israelitas reconquistaram Jerusalém, até então ocupada pelos jordanos muçulmanos.

Para Deus não há coincidências. Tudo funciona segundo "os Seus decretos." 

"Depois de dois dias nos ressuscitará; ao terceiro dia nos levantará, e viveremos diante d' Ele." (profeta Oséias 6:2)

Senado americano aprova transferência de sua embaixada em Tel Aviv para Jerusalém

Embaixada dos EUA em Tel Aviv, Israel
 
Na segunda-feira (5), o Senado dos EUA aprovou uma resolução que visa mudar a embaixada dos EUA em Israel de Tel Aviv para Jerusalém, bem como resolver o conflito árabe-israelense através do princípio de “dois Estados”.

Destaca-se que, dentre os 100 senadores, grande parte votou a favor do documento.

De acordo com a anotação da resolução, o documento condiz com "antiga política americana bipartidária" de acordo com a qual "o estatuto permanente de Jerusalém permanece sendo uma questão que deve ser resolvida entre as partes através de negociações rumo à decisão final sobre a existência de dois países".

terça-feira, 6 de junho de 2017

Líder mulçumano afirma que literatura islâmica incentiva ataques terroristas

[Imagem: 9p97tbs5ix63q8upggkfk9kub.jpg]
Imagem: Último Segundo

O Imam Shaikh M. Tawhidi é licenciado por vários grandes aiatolás e líderes de seminários islâmicos para liderar e representar a comunidade muçulmana. Ele atualmente ocupa o cargo de Imam da Associação Islâmica da Austrália do Sul.

Segundo ele, nessa entrevista apresentada na TV Australiana, a literatura mulçumana é a grande culpada pelo crescente número de ataques terroristas no mundo, pois incentiva os jovens a tal prática.
 

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Brasil se une a países islâmicos e vota contra Israel na OMS

A resolução fala da sobre as condições de saúde nas áreas disputadas por palestinos em Israel

A embaixadora Aviva Raz-Shechter, representante de Israel na Organização Mundial da Saúde (OMS) denunciou outra ação da ONU contra seu país.

Dessa vez foi uma resolução aprovada que fala trata áreas de Israel como “território palestino ocupado”.

Na aprovação dessas resoluções, o Brasil voltou a se unir com nações islâmicas e votou contra Israel, ao lado de países como Cuba, Venezuela, Síria, Argélia, Egito, Kuwait, Líbia, Paquistão, Arábia Saudita e Tunísia.

O texto critica apenas Israel sobre as más condições de saúde nas áreas em disputa com a Autoridade Palestina e o acordo foi votado sob pressão do regime de Bashar al-Assad.

terça-feira, 30 de maio de 2017

Maioria da população mundial deseja “governo global”

Pesquisa revela que 69% dos brasileiros são favoráveis à ideia
 
Resultado de imagem para governo mundial

Um novo estudo realizado em escala global concluiu que a grande maioria das pessoas estão prontas para abraçar um governo global, na esperança de que ele consiga salvar a humanidade de catástrofes e de grandes ameaças.

O levantamento foi realizado pelo Instituto ComRes, a pedido da Fundação Desafios Globais, com sede na Suécia. Foram entrevistadas 8.100 pessoas em oito países, que reúnem metade da população mundial: Austrália, Brasil, China, Alemanha, Índia, África do Sul, Reino Unido e EUA.

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Ano dos asteróides destruidores: 2017 pode se tornar o último da humanidade

https://cdnbr1.img.sputniknews.com/images/847/76/8477614.jpg

Ron Baalke, o principal astrônomo da NASA, revelou que cinco asteroides passarão em extrema proximidade da Terra nos próximos meses. Ao mesmo tempo, cientistas acreditam que haja mais asteroides, que não estamos prontos para lidarmos com eles, pois demoramos muito para identificá-los.

Essa informação foi publicada pelo principal astrônomo da NASA no Twitter.

​A primeira ameaça se trata do asteroide 2017 BS5, que se aproximará da Terra no dia 23 de julho. Seu diâmetro atinge 40 a 90 metros e passará a 1.211.734 quilômetros de distância do nosso planeta.

Mas existe outro e ainda mais preocupante — o 2012 TC4. Esse asteroide tem um menor diâmetro (de 12 a 27 metros), não obstante irá se aproximar de nós a 57.659 quilômetros em 12 de outubro. Claro que para nós é muito longe, mas em dimensões espaciais são alguns passos. Lembre-se que a distância entre a Terra e a Lua é de apenas 384.400 quilômetros. 

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Trump visita a Israel, anunciando “paz e segurança”

É a primeira visita oficial de um presidente ao Muro das Lamentações
 Resultado de imagem para Trump visita a Israel, anunciando “paz e segurança”

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chegou nesta segunda-feira (22) a Israel, onde se encontrou com o chefe de Estado israelense, Reuven Rivlin, e o premiê, Benjamin Netanyahu.

Há uma grande expectativa que ele faça anúncios para um acordo de paz no Oriente Médio. “Estamos diante de uma oportunidade pouco comum para trazer segurança e estabilidade à região. Para criar harmonia, prosperidade e paz”, destacou Trump logo em sua chegada ao aeroporto de Ben Gurion. Ele permanecerá cerca de 28 horas no país, visitando Jerusalém e indo a Belém falar com a Autoridade Palestina.

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Netanyahu: 'Jerusalém será sempre a capital de Israel'

Imagem: middleeasteye.net
O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou neste domingo à noite (21) que Jerusalém será “sempre” a capital de Israel, às vésperas da visita do presidente americano, Donald Trump, à cidade santa. 

Diante das muralhas da Cidade Antiga de Jerusalém, Netanyahu se pronunciou na abertura das festividades organizadas pela prefeitura de Jerusalém, as quais marcam o 50º aniversário da conquista de Jerusalém Oriental pelo Exército israelense.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Trump suspende plano de mudar embaixada americana em Israel

https://gdb.voanews.com/D4F97717-0235-4868-84BE-50995F1CD017_cx1_cy6_cw97_w1023_r1_s.jpg
Benjamin Netanyahu e Donald Trump na Casa Branca
Presidente americano prometeu mudar a representação diplomática de Telaviv para Jerusalém

O Presidente dos Estados Unidos suspendeu o plano de mudar a embaixada do país em Israel de Telavive para Jerusalém, uma promessa que fez há meses, mas que poderia prejudicar qualquer aproximação com os palestinianos, informou a Casa Branca nesta quarta-feira, 17, à Agência.

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Países do Golfo Árabe propõem melhorar as relações com Israel se pararem as construções na Judeia e Samaria


A visita de Donald Trump à Arábia Saudita e a Israel na próxima semana está a despontar todo o tipo de posicionamentos da parte dos políticos árabes e dos países vizinhos de Israel.
 
Enquanto ontem o Egito e a Jordânia mandaram um "recado" a Trump de que querem ver um estado palestino com Jerusalém oriental como capital desse estado, hoje é jornal norte-americano"Wall Street Journal" a reportar de um documento que terá recebido a aprovação da Arábia Saudita e dos Emirados Árabes, propondo o congelamento das construções e o início de conversações políticas em troca da normalização das relações com Israel.
 
Aquilo que os países do Golfo querem de Israel é o reinício do processo de paz, levando à paragem das construções e a um alívio do bloqueio à Faixa de Gaza.
 

Em sua 1ª viagem oficial ao exterior, Trump buscará 'unir povos de todas as religiões', diz governo

Presidente americano Donald Trump recebeu o premiê israelense Benjamin Netanyahu na Casa Branca. (Foto: Win McNameer/Getty Images)
 
O Sinédrio enviou nesta segunda-feira (15) um convite ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para que ele suba no Monte do Templo e faça uma oração pela paz no mundo. O líder americano fará sua primeira visita de Estado a nação judaica e estará em Jerusalém na próxima semana.

“Nós esperamos que você venha até o Monte do Templo, o Monte Moriá, para as áreas apropriadas. Ao fazer isso, você receberá as bênçãos do Rei Salomão, que fundou o Templo com a intenção de que os líderes estrangeiros viessem de longe para trazer a paz a suas terras”, disse trecho da carta do Sinédrio ao presidente dos EUA.

O rabino Hillel Weiss, porta-voz da assembleia religiosa judaica, enfatizou a importância da oração diante do cenário atual. “Trump está diante de um momento extremo na história, quando o mundo pode se deparar com um grande conflito. Se isso começar na Coreia do Norte, na Síria ou na Europa, as sementes de guerra estarão semeadas”, disse Weiss ao site Breaking Israel News.

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Reinado cristão existiu na arábia antes do islã

Arqueólogos da Universidade de Heidelberg, na Alemanha, descobriram uma imagem que pode significar que a Arábia teve um rei que usava a cruz cristã como símbolo do seu poder. 

A imagem aparece em uma parede monumental de um monarca ainda não identificado gravada pouco antes de 550 d. C, décadas antes do nascimento de Maomé. 

O retrato de 1,70 metros de altura foi analisado por Paul Yule que escreveu um artigo para a revista científica “Antiquity” falando sobre o achado. Yule faz parte do Departamento de Línguas e Culturas Orientais de Heidelberg e contou com o apoio de outros arqueólogos para concluir o estudo nas ruínas de uma cidade antiga em Zafar, no Iêmen. 

O homem mostrado na imagem pode ser o rei de Himyar, Zafar era a capital do reinado e ele se estendia por 2,5 milhões de quilômetros quadrados. Textos da época do Império Romano e algumas inscrições nativas chegam a falar desse reino perdido, mas há muitas partes dessa história que não foram reveladas. 

De acordo com o jornal Folha de São Paulo o que se sabe sobre o reinado é que ele faz parte de uma região que era estratégica para o comércio de especiarias, perfumes e objetos de luxo do oceano Índico.